Revisão da Vida Toda, entenda!

Com finalidade de melhorar o benefício dos aposentados, foi desenvolvida por advogados uma tese revisional conhecida como “Revisão da Vida Toda”, onde os aposentados podem incluir todas as contribuições feitas ao longo da vida e não tão somente as que vieram após a mudança da moeda nacional em julho de 1994 (real) e consequentemente ter o valor da aposentadoria corrigido.

Mas, o que é a revisão da Vida Toda?

A. revisão da vida toda, nada mais é que um cálculo realizado para encontrar uma média de todas as contribuições que o trabalhador verteu ao INSS, ou seja, independentemente de quando o trabalhador começou a contribuir com o INSS, o valor será levado em consideração para melhorar a média aritmética da aposentadoria

Quem tem direito?

Para saber se você tem direito a Revisão da Vida Toda, em primeiro lugar, deve-se analisar se você começou a trabalhar e contribuir para o INSS antes de julho de 1994.

Ocorre que os trabalhadores que se aposentaram após o ano de 1999, não puderam computar em seu benefício os salários de contribuição anteriores à 1994, pois o INSS realizou o cálculo com base na média dos 80% melhores salários de 07/1994 até a data do requerimento.

Em seguida, necessário analisar se sua aposentadoria ou pensão foi concedida entre novembro de 1999 e novembro de 2019 (reforma previdenciária).

Após a análise é possível concluir se você, segurado, tem direito ou não a revisão, devendo ser demonstrada a expectativa da sua nova Renda Mensal Inicial (RMI) e o total de atrasados que você pode receber dos últimos 5 anos.

Isso mesmo, além de poder majorar o seu benefício, é possível cobrar todos os valores que o segurado deixou de receber nos últimos 5 anos.

Sendo os cálculos feitos corretamente, a Revisão da Vida Toda poderá até quintuplicar o valor do benefício de seu cliente.

Atenção!! A Revisão deve ser feita sempre por um especialista.

A análise que o advogado previdenciarista faz é inegavelmente decisiva para o sucesso do seu caso e para que você alcance o melhor benefício.

O Advogado irá realiza um estudo de toda sua vida de contribuições para previdência, que nem sempre estão em seu CNIS, ou têm divergência de dados. 

Assim, na revisão de aposentadoria, esse exame é fundamental, pois se não for feita de forma adequada, poderá ocasionar na diminuição do benefício atual do aposentado.

Importante ressaltar que só é possível a revisão da vida toda com o ingresso de ação Judicial.

Qual a documentação necessária?

Para a análise, além dos documentos pessoais do aposentado, é necessária a Carta de Concessão de Aposentadoria, extrato de Contribuições Previdenciárias (CNIS) e, quando necessário, processo administrativo que concedeu o benefício a ser revisado. 

Tais documentos podem ser conseguidos pelo seu próprio advogado.

CONCLUSÃO

Conforme já explanado neste artigo e agora que você entendeu, antes de tudo, procure um especialista em direito previdenciário para saber se você tem direito a uma melhora do seu benefício.

Esse atendimento pode ser feito à distância, de forma segura e com profissionais preparados para isso, através de um advogado online.

Dr. Eduardo Anion Junior

Advogado especialista em Direito Previdenciário

Open chat
Fale com um Advogado
Olá! Precisando de um Advogado? Fale conosco