CONTRATAR FUNCIONÁRIO PARA HOME OFFICE: QUAIS SÃO OS RISCOS PARA A EMPRESA?

Contratar funcionário para home office

Contratar funcionário para home office pode ser uma alternativa muito vantajosa. Mas atenção: a empresa precisa tomar bastante cuidado e seguir todas as regras, a fim de evitar riscos.

Com a pandemia do novo coronavírus, o governo precisou impor diversas restrições, fechando comércios, escolas e empresas. Na tentativa de diminuir os impactos trazidos pela pandemia, as empresas adaptaram suas atividades para o home office.

Agora, a vacinação avançou muito, a pandemia retrocedeu e estamos cada dia mais perto de voltarmos a ter uma vida normal. Mesmo assim, muitas empresas continuam apostando no trabalho remoto, já que perceberam que ele reduz custos e, na maioria dos casos, não afeta a produtividade.

Uma pesquisa feita pela FGV (Fundação Getúlio Vargas) aponta que a tendência é que o home office cresça 30% no Brasil mesmo com o fim da pandemia.

Ou seja, cada vez mais se faz necessário que as empresas comecem a se informar sobre quais cuidados tomar na hora de contratar funcionários no modelo de teletrabalho, evitando qualquer ameaça de passivo judicial.

Para saber mais, continue a leitura! E se tiver qualquer dúvida, é só clicar aqui e nos enviar uma mensagem.

Contratar funcionário para home office

Contratar funcionários para home office: quais cuidados tomar?

Apesar de o home office ser uma ótima solução para as empresas, ele possui regras diferentes do trabalho presencial.

Não basta apenas mandar seu colaborador ficar trabalhando de casa. Existem normas a serem seguidas nesta transição. Então, antes mesmo de você contratar o funcionário, precisa conversar com ele sobre alguns assuntos. Por exemplo:

1) Jornada de trabalho

Ao contrário do trabalho presencial onde o colaborador precisa bater o ponto e o empregador faz o controle da jornada a partir disso, no home office não existe essa possibilidade.

Então, vocês precisam decidir juntos se o controle da jornada será feito por meio das horas trabalhadas ou atividades realizadas.

A escolha precisa estar definida no contrato. Caso a opção seja por hora trabalhada, existem alguns modelos que marcam o tempo à distância, utilizando apenas o celular.

Encontrem um sistema de controle que seja justo para ambos e que funcione no dia a dia.

2) Ajuda com as despesas

Quando o funcionário vai até a empresa para trabalhar, utiliza a internet, água, luz, computador e outras equipamentos da organização.

Mas e quando ele está trabalhando de casa, quem fica responsável por fornecer toda essa infraestrutura é o empregador?

Não é uma obrigação da empresa custear despesas operacionais, como luz ou internet. Caso o empregador se disponha a pagar, precisa colocar tudo no contrato.

Fica a critério da empresa decidir se irá fornecer os equipamentos de que o colaborador precisa para trabalhar, bem como o resto da infraestrutura. É recomendável – e não obrigatório – dar uma ajuda de custo.

regras do trabalho remoto

3) Atividades a serem realizadas

Dentro do contrato também devem constar quais serão as atividades realizadas pelo funcionário. Por exemplo: ele irá participar de reuniões? Precisará fazer parte dos treinamentos?

Apesar de estar trabalhando em home office, ainda é obrigatório que você especifique as tarefas dele dentro de sua empresa.

4) Regras quanto à saúde e segurança

O funcionário contratado para home office também precisa receber instruções da empresa sobre as ações preventivas e em relação as doenças ocupacionais.

Depois, o funcionário deve assinar um termo de responsabilidade, afirmando que recebeu o treinamento.

O empregador é responsável por passar aos colaboradores todos os protocolos de segurança no ambiente de trabalho, fiscalizando se as normas estão sendo cumpridas.

5) Férias e outros direitos

Da mesma forma que seus funcionário que trabalham de forma presencial podem tirar férias, o colaborador home office também tem direito!

Ele deve receber o 13º salário, recolhimento do FGTS e outros benefícios típicos dos trabalhadores de modelo presencial.

regras do teletrabalho

Quais são as vantagens de contratar um funcionário para trabalhar remotamente?

O teletrabalho pode oferecer muitas vantagens para a sua empresa. Separamos as cinco principais. Confira!

Economia: você não terá mais despesas com o transporte de seus colaboradores até o trabalho,

A empresa conseguirá reduzir as contas básicas, como transporte, conta de água e energia elétrica, e em alguns casos até diminuir o escritório.

Aumento de produtividade: com o home office, o tempo de deslocamento entre casa e trabalho é eliminado. O colaborador fica menos cansado e mais produtivo. Imagine: tem gente, em grandes cidades, que leva duas horas para chegar no trabalho. Trabalhando em casa, o funcionário pode dormir duas horas a mais e estar 100% descansado e animado para cumprir suas obrigações profissionais!

Alcança mais pessoas: você gostaria de contratar aquele profissional incrivelmente talentoso. Ele seria fundamental para os planos da sua empresa. Mas mora em outra cidade (ou país) e não está disposto a se mudar. Agora, não há mais esse problema. Você pode contratar candidatos que se encontram em locais bem distantes da sua empresa.

Retenção de talentos: Imagina só perder funcionários porque a rotina de deslocamento até o trabalho é exaustiva? Ou porque a rotina na empresa é monótona, desgastante? Com o home office é possível mantê-los na empresa.

Facilita a inclusão de pessoas com deficiência: as vagas PCD são uma obrigatoriedade para todas as organizações e o home office torna esse processo mais simples.

escritório de direito empresarial em São Paulo

Contratar funcionário para home office: aproveite as vantagens!

Se a sua empresa seguir todas as regras na hora de contratar funcionário para home office, não irá correr riscos!

Para te ajudar, temos uma última dica. Quando abrir um processo seletivo, busque por candidatos que tenham o perfil ideal para trabalhar remotamente.

Depois, é só elaborar o contrato corretamente e o colaborador já pode começar suas atividades!

O Custódio Lima Advogados Associados é um escritório especializado em Direito Empresarial, Direito do Trabalho, Direito Previdenciário, Direito Sindical e Direito de Família.

Nosso escritório está localizado em São Paulo, na Barra Funda, em frente ao Fórum Trabalhista Ruy Barbosa, na Avenida Marquês de São Vicente, nº 230, Conjuntos 501 a 504. Se tiver qualquer dúvida, pode perguntar clicando aqui. Em breve, responderemos. Até a próxima!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Open chat
Fale com um Advogado
Olá! Precisando de um Advogado? Fale conosco